Skip to main content

Mutirão contra a Dengue coleta 38 toneladas de inservíveis em Franca/SP

  O Arrastão da Limpeza e o Mutirão contra a Dengue em Franca/SP, realizados no último sábado, 14, foram considerados um sucesso com a participação de profissionais das Secretarias de Saúde e ainda de Serviço e Meio Ambiente. Pelo menos, oito caminhões percorreram as ruas de 29 bairros coletando 38 toneladas de material que possa servir de criadouro para o mosquito Aedes Aegypti.



      Além disso, 45 funcionários da Vigilância Ambiental de Franca percorreram as residências orientando moradores sobre a importância de se combater o mosquito da dengue evitando o aumento do número de casos positivos na cidade. Foram distribuídos folhetos informativos sobre a importância de se manter os quintais sempre limpos e como se prevenir contra o mosquito.

      Entre os bairros de Franca visitados estão: City Petrópolis, Jardim Cambuí, Ipanema, Marambaia, Parque do Horto, Miramontes, Recreio Campo Belo e Santa Terezinha. O saldo das visitas foi considerado positivo pelos organizadores, uma vez que os moradores entenderam a importância do trabalho. Uma grande quantidade de criadouros foi localizada, principalmente dentre de residências, e eliminada pelos agentes de vetores da Vigilância Ambiental. Entre os materiais coletados e eliminados estavam garrafas pet e de vidro.

     Atualmente, a Saúde de Franca contabiliza 10.200 casos notificados de dengue, sendo 2.593 casos confirmados e 781 negativos. Além disso, 6.683 ainda esperam resultado. “Este trabalho é realizado o ano todo de forma ininterrupta. Sendo que desde novembro estamos priorizando as áreas onde nossa equipe técnica identificou como maior crítica e com possível chance de transmissão de dengue. Como por exemplo, a região Sul do complexo Aeroporto, a região Oeste e bairros como Jardim Luíza I e II, Santa Terezinha e Jardim Leporece”, disse Felipe Granzotti, diretor da Vigilância Sanitária de Franca.

Fonte: Saúde - Prefeitura de Franca
Data: 16/12/2019

Comments

Post a Comment

Popular posts from this blog

Francano desenvolve tratamento para Labirintite

Fisioterapeuta francano, PhD. Prof. Almir Resende Coelho, desenvolveu em seu doutorado, na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (USP), um novo método para tratamento da Labirintite que obteve destaque internacional pelos excelentes resultados clínicos.


O PhD. Prof. Dr. Almir Resende Coelho,  fisioterapeuta experiente na prática clínica no tratamento da tontura crônica e Professor Universitário há mais de 10 anos, desenvolveu no seu doutorado na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (USP), um novo método para tratamento da Labirintite, a Fisioterapia Labiríntica 4.0.

A labirintite é uma doença comum do ouvido que afeta o labirinto e suas estruturas responsáveis pela audição e equilíbrio, ela pode ser causada por infecções e inflamações como a otite média e até o resfriado. Na labirintite, as áreas do ouvido ficam inflamadas e irritadas, fazendo os nervos do vestíbulo enviarem sinais incorretos ao cérebro, como se o corpo estivesse se movendo. No entanto, outros sentidos, como a vi…

Médico Francano assume posição de destaque Nacional

O médico neurologista francano Marco Aurélio Ubiali assume posto de destaque nacional ao ser eleito vice-presidente do Conselho Curador da Fundação Oncocentro de São Paulo (FOSP).

A Fundação Oncocentro de São Paulo é uma instituição geradora de condições para o aprimoramento de ações médico-assistenciais em oncologia, constituindo-se em órgão de apoio da Secretaria Estadual de Saúde para assessorar a política de saúde em câncer no Estado.

“Sinto-me honrado pelo reconhecimento e motivado pelo novo desafio. A FOSP é uma Fundação extremamente reconhecida que tem se mantido fiel a seus princípios ao longo dos anos, sem deixar de lançar um olhar sobre o futuro”, comenta Dr. Ubiali.

Quando perguntando sobre a conciliação do novo cargo com a prática médica em Franca, o neurologista garante "Com certeza vou continuar atendendo consultório em Franca, é fundamental para o médico estar próximo aos seus pacientes. Sou médico há mais de 40 anos e é isso que eu amo fazer."

Atuamente, alé…

EXCLUSIVO: Sistema de saúde de Franca pode colapsar com coronavírus

Circula na internet um áudio apontado como de autoria do Dr. Amilcar, médico vascular da cidade, que descreve um cenário de altíssimo risco e gravidade devido ao coronavírus (COVID-19). 
Segundo o áudio, o maior risco na verdade não são as mortes pelo vírus, mas um  colapso do sistema de saúde, levando a muitas mortes não apenas de vírus, mas principalmente de outras pessoas que não serão atendidos por falta de vagas na UTI.
O áudio recomenda cancelamento até de reunião familiar e termina em tom alarmande, dizendo “vai morrer muita gente”, “é ficar em casa, regime de guerra, tentar segurar o máximo possível”.
Nota similar há havia sido divulgada pela Unimed Franca no início da semana.
Ouça o áudio completo: